Blocos levam mais de 145 mil às ruas de São Paulo entre segunda e sábado

Bloco Tarado Ni Você, um dos mais animados entre os que desfilaram em São Paulo (Foto: Agência Brasil)

As centenas de blocos carnavalescos espalhados pela cidade de São Paulo levaram cerca de 145 mil pessoas para as ruas entre a segunda-feira (1º) e este sábado (6), segundo dados da Secretaria Municipal de Cultura. Apenas ontem, estimou a secretaria, mais de 90 mil pessoas saíram de casa para curtir o carnaval nas ruas. Cerca de 40 mil delas brincaram no bloco do cantor Sidney Magal, na região da Vila Mariana.

Segundo a prefeitura, 355 blocos foram cadastrados para o carnaval deste ano, 35% mais que no último ano. “O carnaval, a cada ano está mais consolidado, e a prefeitura aprende com a comunidade a organizar melhor a cidade para essa expansão. São quase 360 blocos esse ano e, na avenida, as escolas cada vez mais aprimoram o seu trabalho, a sua organização, com mais infraestrutura, com mais visibilidade e o retorno econômico para a cidade também tem sido digno de nota”, disse o prefeito Fernando Haddad.

Com o carnaval de rua deste ano, a estimativa é que a economia chegue a girar em torno de R$ 400 milhões e, com o carnaval do Sambódromo, cerca de R$ 250 milhões”, acrescentou o prefeito.

No último fim de semana de janeiro (dias 30 e 31), os 63 blocos de pré-carnaval espalhados pela cidade reuniram mais de 410 mil pessoas. Já as duas noites de desfile do grupo especial, com a apresentação de 14 escolas de samba, levaram 61 mil pessoas ao Sambódromo do Anhembi.

Entre as 14h de sexta-feira (5) e a manhã de ontem (6), a central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada quatro vezes para socorro em ocorrências do carnaval de rua. Um paciente foi levado ao Hospital Municipal do Tatuapé, outro foi removido e dois dos chamados foram cancelados. No Sambódromo, o Samu registrou cinco ocorrências. Os pacientes foram levados a hospitais da região. A prefeitura não informou o estado de saúde deles nem divulgou as ocorrências da madrugada deste domingo.

Sabe-se, porém, que pelo menos uma pessoa foi encaminhada para um hospital após ter caído de um carro alegórico da Escola X-9 Paulistana no Sambódromo. A reportagem entrour em contato com o hospital e com a escola de samba para obter mais informações sobre o acidente, mas não conseguiu. (Diario do Litoral)

por Agência Brasil

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA