Bié: Gestante é gravemente ferida com golpes de catana no Andulo

Bié: Adelaide Ilda, jovem agredida pelo Moto-taxista (Foto: Leonardo Castro)

A gestante de cinco meses, Adelaide Ilda, de 24 anos de idade, foi agredida por um taxista, neste final de semana, no município do Andulo a 130 quilómetros a norte do Cuito (Bié), causando-lhe ferimentos graves na cabeça, nos membros superiores e inferiores com catana.

A Angop apurou o facto hoje, segunda-feira, no hospital central do Cuito, onde a vítima encontra-se internada, depois de ser evacuada a partir do Andulo, devido à gravidade.

De acordo com a enfermeira em serviço na sessão de Ortopedia daquela unidade hospitalar, Cristina Ernesto Epandy, a paciente encontra-se fora de perigo de vida, tendo ainda descartado a possibilidade de perder o bebé.

A vítima, cujo esposo é agente regulador de trânsito, foi surpreendida em sua casa pelo agressor com uma catana nas mãos, procurando pelo seu marido que, no exercício da sua actividade, apreendeu a sua motorizada na via pública, por razões por ela desconhecidas.

“ O cidadão em causa bateu a minha porta, depois de aberta perguntou-me pelo meu marido que, na altura não se encontrava em casa, momentos depois começou a agredir-me na expectativa de recuperar a sua motorizada que julgava estar em minha casa”- lamentou.

Por seu turno, o porta-voz do Comando provincial da Policia Nacional, o superintendente-chefe António Hossi, disse que o caso aconteceu no passado dia 10 do presente mês. Nessa altura, a polícia procura deter o agressor, que se está foragido.

Este é o primeiro caso de género que se regista na província do Bié. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA