Balcãs obrigam Grécia a reter milhares de migrantes (vídeo)

(EURONEWS)

As autoridades da Macedónia, na madrugada de segunda-feira, abriram brevemente a fronteira do país a cerca de 400 migrantes e refugiados que durante vários dias aguardaram em Idomeni para sair da Grécia.

O bloqueio de circulação de migrantes, devido às quotas impostas pelos países dos Balcãs, faz com que milhares de refugiados que procuram chegar à a Europa Ocidental se vejam confinados ao território grego.

A situação pode piorar com a decisão da Eslovénia e Croácia, membros da UE, e Sérvia e Macedónia a limitarem a 580 o número diário de homens, mulheres e crianças que podem atravessar o seu território.

“Estou aqui há quatro dias, quatro dias. Já não sei o que fazer. Não sei como fazer para sair daqui,” revela um refugiado retido em território grego.

Entretanto, Atenas lançou o alerta. Segundo o ministro grego da política Migratória, Yannis Mouzalas “atualmente há 22.000 refugiados e migrantes na Grécia” e “é provável que o número de migrantes retidos em território grego durante o próximo mês venha a atingir entre 50 e 70 mil pessoas.” (EURONEWS)

por Luís Guita

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA