Aparelho converte automóveis em veículos híbridos para reduzir C02 e combustível

Alunos (Foto: Angop/Arquivo)

Oitocentos e 40 alunos da iniciação a 6ª classe frequentam no presente ano lectivo, as aulas na Escola da Educação Especial Rainha Nekoto, em Ondjiva, província do Cunene, mais 130 em relação 2015.

A informação foi avançada quinta-feira à Angop, pelo subdirector pedagógico da instituição, Orlando Freitas, referindo que desse número de alunos consta crianças e jovens com deficiência de cegueira, mudez, surdez e mentais.

Indicou que os alunos estão distribuídos em nove salas de aulas, nos períodos da manha e tarde, e conta-se com o suporte académico de 48 professores, disse.

O responsável enalteceu a atitude demonstrada pelos pais nos primeiros dias de aulas sobre o acompanhamento dos filhos a instituição escolar, factor que alegra a direcção escolar, bem como vai contribuir para o bom rendimento académico dos educandos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA