Angolanos devem unir-se para garantir a mudança, diz Unita

Vitorino Nhany (NOVOJORNAL)

O secretário-geral da UNITA Marcolino Victorino Nhany apelou os angolanos a deixarem de lado os seus receios e preconceitos para se unirem na mudança nas próximas eleições.

Nhany que falava em Malanje na cerimónia de empossamento do novo secretário provincial do partido do galo Negro Mardanês Agostinho Calunga, em substituição de Januário Alfredo Mussambo, afirmou que a estratégia da UNITA para garantir a vitória nas eleições gerais de 2017 passa pelo fortalecimento das estruturas intermédias à base, aproximando o partido ao eleitorado.

“Uma particular atenção é dada aos órgãos intermédios e de base, conquanto, são as estruturas provinciais, municipais, comunais, locais e de base que aproximam o partido aos cidadãos, ao eleitorado”, disse

Para Nhany hoje em dia em Angola já não é só a UNITA que diz que é preciso haver mudanças em Angola.

“Hoje temos todos a noção de que é preciso mudar”, sublinhou, apelando ao sentimento patriótico dos angolanos”.

“Abandonemos os receios e preconceitos e unamo-nos para operarmos a mudança pacífica e responsável, através das eleições marcadas para 2017”, acrescentou

Para ele, o MPLA transformou Angola num país de incertezas, sem rumo afirmando que “o país anda de mal a pior”.

Durante a sua estada em Malanje, Victorino Nhany foi recebido em audiência pelo governador de Malanje, com o qual tratou de questões ligadas à vida socioeconómica da província e os casos de intolerância política reinante na região, apesar de ao nível das lideranças existirem relações amenas. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA