Xadrez: Caxita cada vez mais longe de sagrar-se GM

Esperança Caxita (Foto: António Escrivão/Arquivo)

A Mestre Internacional Esperança Caxita terá praticamente dito “adeus” ao objectivo de conquista do título de Grande Mestre (GM), no campeonato africano de xadrez que decorre nas Ilhas Seychelles, com a derrota deste sábado ante a sua compatriota Maria Domingos.

A vice-campeã africana (Angola2014) não deu hipótese à sua colega de selecção e na escola Macovi, retirando-lhe praticamente da corrida ao que seria o título inédito para o país.

Esperança Caxito (bi-campeã africana) soma, com surpresa, apenas 3 pontos no cômputo de seis jornadas, estando na modesta sexta posição contra 5,5 da líder, a MI Shahenda Wafa, do Egipto.

Este quadro coloca a xadrezista angolana numa missão quase impossível no que a conquista do ceptro diz respeito, porque mesmo que vença as três jornadas restantes só pode chegar aos seis pontos.

Já a MI Maria domingos é a melhor jogadora da selecção nacional ocupando o segundo posto da tabela classificativa com menos um ponto que a primeira colocada (4,5/p), os mesmos que a terceira colocada, a egípcia Ehab Tasneem.

Delfina João derrotou na ronda deste sábado Joyoe Nyaruai, do Quénia, ocupando a 5ª posição com 3,5 pontos atrás da Sune Du Toit, da África do Sul (4/p).

Luzia Pires foi derrotada por Shahenda Wafa, do Egipto. A Mestre Fide angolana ocupa a 10ª posição com 2,5.

Domingo, para a 7ª jornada, Esperança Caxita defronta a anfitriã Snegha Pillay, atleta que se revela a mais fraca do evento ainda sem pontuar, enquanto Maria Domingos (2ª colocada com 4,5/p) terá tarefa difícil ante a sul-africana Sune Du Toit (4 colocada com 4/p).

Delfina João joga contra Ehab Tasneem, do Egipto. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA