Volkswagen processada nos Estados Unidos enfrenta multas multimilionárias

(Negocios)

A Volkswagem pode ter de pagar até 80 mil milhões de dólares de multa nos EUA depois do Departamento de Justiça ter instaurado um processo à fabricante. O processo diz respeito à manipulação dos testes de gases com efeitos de estufa.

A construtora automóvel alemã Volkswagen foi processada pelo Departamento norte-americano de Justiça por ter instalado dispositivos que visavam manipular os testes de emissões de gases com efeito de estufa. As autoridades judiciais dos Estados Unidos da América (EUA) estão a pedir multas de milhares de milhões de dólares, de acordo com a Bloomberg. Algo que poderá, ainda assim, sair mais barato aos cofres da Volkswagen dado que uma batalha legal poderá ser mais dispendiosa, segundo a mesma fonte.

A queixa apresentada esta segunda-feira, 4 de Janeiro, acusa a construtora automóvel de quatro violações do “Clean Air Act” (Acta Federal de Ar Limpo) e aponta as linhas gerais das penalizações que a empresa germânica pode sofrer e que podem ascender a 80 mil milhões de dólares – mais de 73,5 mil milhões de euros. Uma cifra que, segundo a Bloomberg, é quatro vezes mais do que o estimado por vários especialistas.

Apesar deste caso instaurado pelo Departamento norte-americano de Justiça não dever chegar aos tribunais no curto prazo, a Volkswagen enfrenta também centenas de processos judiciais instaurados por privados, que estão a ser consolidados num tribunal de São Francisco, nos EUA. Segundo a Bloomberg, o Departamento de Justiça vai pedir que o seu processo seja transferido também para este tribunal – socorrendo-se assim da mesma estratégia que foi usada no caso contra a petrolífera BP, por causa do derramamento de petróleo no Golfo do México, onde trabalhou em conjunto com os advogados dos queixosos.

Para David Uhlmann, professor de Direito na Universidade do Michigan e antigo líder da secção de crimes ambientais do Departamento de Justiça, citado pela agência de informação, “os Estados Unidos estão a tentar obter sanções pelas violações ambientais maiores do que qualquer outro país”. “A Volkswagen tem de resolver o problema que criou, cooperar com as investigações do Governo” e atender às queixas das vítimas, acrescentar.

Além dos Estados Unidos, a empresa alemã enfrenta processos em outros sete países, incluindo a Alemanha, devido ao escândalo da manipulação dos testes das emissões de gases com efeitos de estufa. (Jornal de Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA