Unidade Técnica assina contrato de investimento avaliado em USD 15 milhões

DIRECTOR DA UTIP, NORBERTO GARCIA, E ADMINISTRADOR DA NOVAGROLIDER, JOÃO MACEDO (FOTO: HENRI CELSO)

A Unidade Técnica para Investimento Privado (UTIP) e a Novagrolider- Exploração, Agro-pecuária Lda. assinaram hoje, em Luanda, um contrato de investimento avaliado em 15 milhões, 118 mil e 548 dólares norte-americanos, para a produção agro-industrial e agro-pecuária e transformação de hortofrutícolas.

Assinaram o contrato o director da UTIP, Ernesto Manuel Norberto Garcia, e o administrador do grupo Novagrolider, João Macedo.

Segundo o responsável do grupo Novaagrolider, o referido valor será empregue na transformação de hortofrutícolas, produtos de floricultura e na produção de lacticínios, carnes e similares, localizado no município da Quibala, província do Kwanza Sul.

De acordo com administrador do projecto, o investimento visa a construção de infra-estruturas adstritas ao projecto, nomeadamente, instalações de produção, aquisição de máquinas e equipamentos produtivos e administrativos, necessários ao funcionamento do empreendimento.

O grupo pretende também, com este projecto, desenvolver a cadeia produtiva de leite, com a produção de leite, iogurtes, queijo, produção de carnes e produtos de floriculturas para o mercado interno e criar condições para exportação, permitindo assim a redução das importações de leite e seus derivados, carnes e produtos de floricultura .

O projecto é uma aposta do grupo no aumento da produção agro-industrial e desenvolvimento da actividade pecuária e enquadra-se nas prioridades do Executivo angolano no aumento da capacidade de produção interna e diversificação da economia.

Por sua vez, Emília Fernandes, chefe de departamento da área de acompanhamento e fiscalização do grupo, disse que o projecto vai proporcionar mil e 200 novos postos de trabalhos directos.

O objectivo é o aumento da capacidade de produção interna, promoção do emprego, qualificação da mão-de-obra nacional, melhoria do abastecimento do mercado interno e substituição das importações e contribuição para melhoria da balança de pagamentos do país. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA