Terrorismo de luxo: Daesh lança loja on-line

(Reprodução da Internet)

A organização terrorista Daesh, inventou mais uma armadilha para atrair jovens às suas fileiras. Neste caso isso é feito através de uma loja on-line.

O site, cujo endereço a Sputnik não divulgará por razões éticas e que neste momento está fora de serviço, oferece mercadorias de luxo com descontos gigantescos. O site, cujo servidor, a propósito, fica no Canadá, estando o domínio registado na Turquia, vende tais mercadorias como carros, motocicletas, televisores e até bicicletas. Mas o verdadeiro objectivo do site consiste não na obtenção de lucro, mas sim no recrutamento de novos recrutas para a jihad. O plano sofisticado dos terroristas pressupõe que as pessoas, cativadas pela possibilidade de boa vida e abundância de riquezas, se juntem às fileiras do Daesh.

“Os jovens em muitos países, inclusive na Índia, podem ser facilmente atraídos por coisas caras. Sob este ‘molho’ os jovens podem sem vacilações entrar no caminho de jihad. É preciso entender que o Daesh é uma organização sem princípios que está pronta a fazer tudo para recrutar novatos”, sublinha especialista militar Afsar Karim.

O site sublinha especialmente que no território do Iraque e da Síria foi aberta uma série de lojas que vendem troféus militares dos militantes do Daesh. Curiosamente, estas lojas ficam nos territórios controlados pelos terroristas. O ex-coronel do exército indiano G.C. Khaana comentou o assunto:

“O Daesh também tenta desta forma fomentar a sua própria economia. O site foi criado com objectivo de incentivar com bens materiais os que são leais ao Daesh, sobretudo os militantes. Além disso, este site é uma tentativa de mostrar que as pessoas que vivem nos territórios conquistados pelo Daesh vivem uma vida normal, “próspera” e que os jihadistas vivem ainda melhor por terem uma série de fontes de rendimento, como ‘troféus’ e lucro da sua venda”.

A organização terrorista Daesh auto-proclamou-se “califado mundial” em 29 de Junho de 2014, tornando-se imediatamente uma ameaça explícita à comunidade internacional e sendo reconhecida como ameaça principal por vários países e organismos internacionais. Porém, o grupo terrorista tem suas origens em 1999, quando o jihadista da tendência salafita jordano Abu Musab al-Zarqawi fundou o grupo Jamaat al-Tawhid wal-Jihad. Depois da invasão norte-americana no Iraque em 2003, esta organização começou a fortalecer-se, até transformar-se, em 2006, no Estado Islâmico do Iraque. A ameaça representada por esta entidade foi reconhecida pelos serviços secretos dos EUA ainda naquela altura, mas reconhecida secretamente, e nada foi feito para contê-la. Como resultado, surgiu em 2013 o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que agora abrange territórios no Iraque e na Síria, mantendo a instabilidade e fomentando conflitos. (SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA