Sondagem: Assunção Cristas à frente de Nuno Melo com 41,8% na luta pelo CDS

(Negocios)

A ex-ministra do Mar é a preferida dos portugueses para liderar o CDS. De acordo com uma sondagem da Aximage, Assunção Cristas recolhe 41,8% das preferências, enquanto Nuno Melo regista 31,5%. A maioria dos eleitores do CDS prefere Cristas.

A sucessão de Paulo Portas na liderança do CDS parecia encaminhada para Nuno Melo, mas Assunção Cristas é a figura que mais convence os portugueses. De acordo com a sondagem da Aximage para o Negócios e o Correio da Manhã sobre a liderança do CDS, a ex-ministra do Mar recolhe 41,8% das preferências dos 602 inquiridos, enquanto Nuno Melo se fica pelos 31,5%. Cristas deixa assim Nuno Melo a uma distância considerável.

Até agora, nem Nuno Melo nem Assunção Cristas anunciaram que são candidatos à liderança do CDS. O eurodeputado vai fazê-lo no início da próxima semana. Cristas ainda não se pronunciou publicamente sobre o assunto, mas o Expresso noticiou que só avança se Nuno Melo não entrar na corrida.

O estudo da Aximage atribui ainda 3,2% das preferências a João Almeida, o vice-presidente do CDS que já se colocou de fora da corrida pela liderança do partido. O estudo atribui ainda 12,9% de preferências a outros nomes, que não são especificados, mas onde se estima que esteja incluído, pelo menos, o de Pedro Mota Soares, que também já terá comunicado, segundo o Expresso, que não se vai candidatar à liderança do CDS.

O resultado de Assunção Cristas é especialmente esmagador quando se consideram apenas os eleitores do CDS, que lhe atribuem 51,3% das preferências. Nuno Melo apenas convence 27,5% dos inquiridos que votam no seu partido. Aliás, o eurodeputado só consegue recolher mais apoio que Cristas junto dos eleitores do PSD, que lhe atribuem 43,4% das preferências, face a 41,1% de social-democratas que apoiam a eventual adversária.

À excepção do PSD, Assunção Cristas é a preferida dos eleitores de todos os restantes partidos. Além de recolher o apoio esmagador dos inquiridos do CDS, a ex-ministra também pontua especialmente bem junto dos eleitores da CDU, que lhe atribuem 46,1% das preferências (Melo recolhe 24,7% dos votos dos inquiridos que votam nesta coligação do PCP com o PEV).

Melo convence idosos a Norte, Cristas jovens a Sul

Olhando à distribuição dos resultados pelo país, Nuno Melo esmaga na região de onde é natural – Litoral Norte, onde deixa Assunção Cristas a grande distância, e no Litoral Centro. Já a ex-ministra obtém os melhores resultados na região do Sul e Ilhas e na Área Metropolitana de Lisboa – em ambos os casos com um resultado duas vezes melhor que o de Nuno Melo.

O estudo da Aximage nota que Assunção Cristas é a preferida tanto de homens como de mulheres, e indica que é a candidata preferida dos inquiridos até 64 anos – o resultado é especialmente expressivo junto dos que têm entre 18 e 34 anos (recolhe 48,3% das preferências). Já Nuno Melo só consegue recolher mais apoio que Cristas junto dos inquiridos com mais de 65 anos – mas por uma margem pequeníssima: 32,8% contra 32,1% que apoiam Cristas.

Assunção Cristas também recolhe a maioria das preferências junto dos eleitores com mais do que o 12º ano.

Portas fez bem em sair do CDS

O estudo perguntou ainda aos 602 inquiridos se concordam com a saída de Paulo Portas do CDS. A esmagadora maioria, 71,8%, considera que Portas fez bem em sair da liderança do partido, enquanto 19,6% dos inquiridos considera que fez mal. Uma ínfima minoria avalia com “assim-assim” a decisão de Portas.

O congresso para eleger a nova liderança do CDS vai ser convocado esta sexta-feira, durante a reunião do Conselho Nacional do partido. É expectável que se venha a realizar em Março ou Abril. (Jornal de Negocios)

por Bruno Simões

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA