Seul e Washington discutiram deslocamento de forças estratégicas dos EUA para Coreia

(REUTERS/ Kim Hong-Ji)

Coreia do Sul está negociar com os EUA o envio de forças estratégicas norte-americanas a península da Coreia, informou a agência Reuters, citando uma fonte anónima no aparato militar de Seul.

O interlocutor da agência não especificou quais, de modo concreto, seriam as forças estratégicas dos EUA a serem deslocadas para a península.

A informação sobre as negociações dos EUA e da Coreia do Sul surgiu um dia após o anúncio da Coreia do Norte de ter realizado teste de uma bomba de hidrogénio. A comunidade internacional condenou as ações de Pyongyang e manifestou preocupações quanto à possível escalada dos conflitos na região.

Ainda nesta quarta-feira, o ministro da Defesa da Coreia do Sul, Han Min-koo, e o seu colega norte-americano, Ashton Carter, declararam durante conversa telefónica que “Coreia do Norte não será reconhecida pela comunidade internacional como um país que possui arsenal nuclear de modo legítimo”, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap.

A autoridade sul-coreana também disse que “os dois ministros concordaram que a Coreia do Norte deverá pagar um preço proporcional à sua provocação”.

Por outro lado, Ashton Carter disse que Washington “reiterou o inabalável compromisso dos EUA de defender a Coreia do Sul, o que implica o uso de todos os tipos de meios de contenção”, comunicou o ministro coreano em um comunicado conjunto à imprensa. (SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA