Serra Leoa: Registados violentos protestos contra medidas anti-Ébola deixam três feridos

Protestos violentos em Freetown, na Serra Leoa Foto: Simon Akam/Reuters

Pelo menos três pessoas ficaram feridas terça-feira no norte de Serra Leoa no âmbito de protestos de jovens enfurecidos com as medidas anti-Ébola que enfrentaram a polícia, segundo testemunhas e uma fonte médica contactada pela AFP, em Freetown.

Actos de violência foram registados em Barmoi Luma, no distrito de Kambia, onde a situação estava muito tensa desde o fim-de-semana passado por causa do encerramento de mercados, lojas e outros estabelecimentos comerciais, decidido pelas autoridades para tentar limitar os riscos de propagação do vírus, segundo moradores.

Serra Leoa anunciou na semana passada o falecimento de uma jovem mulher, uma estudante de 22 anos, em consequência do Ébola, horas depois de a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar o fim da epidemia na África Ocidental.

Mais de uma centena de pessoas que estiveram em contacto com a jovem foram colocadas em quarentena, durante a qual uma tia da vítima morreu. (AFP – Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA