São Tomé e Príncipe sob o efeito da neblina

A navegação aérea e marítima estão a ser afectadas pela neblina em São Tomé e Príncipe (Miguel Martins/RFI)

A neblina também conhecida por bruma seca, tem estado a assolar São Tomé e Príncipe desde a segunda quinzena de Dezembro do ano findo . Devido a este fenómeno climático, a precipitação tem sido inconstante ou quase nula. Nalgumas regiões sobretudo no norte da ilha de São Tomé não tem chovido.

Os agricultores reclamam da fraca produção para os próximos meses e o governo está equacionar em implementar e disseminar o sistema de irrigação gota a gota para mitigar o problema.

Os pescadores têm tido problemas durante a faina pesqueira resultante da fraca visibilidade no mar e é notória a diminuição do volume da captura de peixe.

Outra consequência é o aumento da temperatura no ar…os termómetros estão a atingir 31 graus celsius com efeitos nefastos para a saúde humana e outros seres vivos.

Tem sido frequente o surgimento nesta altura de casos da gripe, conjuntivite diarreia e outras patologias como consequência do fenómeno, facto que motivou as autoridades sanitárias do país accionarem mecanismos mais adequados para assistência aos populares que acorram as unidades de saúde.

É comum no final do ano e nos três meses do ano seguinte ocorrer a bruma seca devido a corrente de ar proveniente do deserto do Sara. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA