Resgate dos valores morais deve partir das famílias, diz bispo Muanda

Joaquim Muanda - Vice-Presidente da Igreja Josafat (Foto: Cedida a Angop)

O verdadeiro resgate dos valores morais e cívicos deve partir das famílias, razão pela qual, elas devem ser incentivadas a cumprir o seu papel, disse hoje, terça-feira, em Luanda, o vice-presidente da igreja Josafat, Joaquim Muanda.

O líder religioso teceu tal consideração quando falava à Angop sobre a importância do resgate dos valores, reafirmando o papel preponderante das famílias e da igreja para o desenvolvimento harmonioso da sociedade angolana.

Joaquim Muanda frisou também que nos dias que correm, assiste-se a um apego excessivo aos bens materiais. “Estamos a assistir a perda dos valores morais, a bíblia diz que por se multiplicar a iniquidade o amor de muitos esfriará. Uma das coisas que temos assistido é o apego excessivo as riquezas”, lamentou.

Segundo disse, é importante as pessoas terem bens materiais, mas, acima de tudo exaltar a pessoa humana, considerando ser necessário amar-se o homem e usar-se as riquezas, mas infelizmente tem-se assistido o contrário.

Nesta senda, considerou ainda que as igrejas, as universidades, os órgãos da comunicação ou qualquer outra organização devem fazer passar mensagens inerentes ao resgate de valores. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA