Rafael Marques apresenta queixa na PGR contra governador do Kwanza Sul

Rafael Marques (DR)

O activista Rafael Marques apresentou nesta Segunda-feira, 18, em Luanda uma queixa contra o governador da província do Kwanza-Sul por alegada expropriação e apropriação de terrenos que o próprio general Eusébio Teixeira de Brito atribuiu a uma empresa de que é sócio.

A agência Lusa, que diz ter tido acesso ao processo, revela que na base da acusação está o facto de Eusébio Brito ter enviado um requerimento ao governador do Cuanza-Sul – “ou seja, a si mesmo” – para a legalização de uma parcela de terra destinada à construção de um condomínio.

A carta foi enviada a 4 de Maio de 2014 e um mês depois o administrador municipal do Sumbe remeteu ao governador o parecer favorável para que Eusébio Teixeira de Brito, “finalmente, autorizasse a legalização do terreno que a sua empresa tinha solicitado.

“No contrato consta uma única assinatura por duas vezes: a de Eusébio Brito Teixeira, como governador e como representante da empresa”, pode-se ler na queixa do activista Rafael Marques.

A firma Ebrite e Filhos, Lda, foi fundada em 1989, por Eusébio Brito Teixeira, que detém 50 por cento da empresa, enquanto os restantes pertencem aos seus filhos. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA