Presidente ruandês Paul Kagame disputará terceiro mandato em 2017

(AFP)

O presidente de Ruanda, Paul Kagame, anunciou nesta sexta-feira que disputará um terceiro mandato em 2017, como autoriza a nova Constituição aprovada pelos ruandeses em um referendo realizado em 18 de Dezembro.

“Vocês pediram para que eu lidere novamente este país depois de 2017. Dada a importância atribuída, só posso aceitar”, declarou em um discurso transmitido à meia-noite na televisão nacional.

No referendo, os ruandeses aprovaram, com 98,4% dos votos, uma revisão da Constituição para permitir que Kagame, de 58 anos, seja elegível para um novo mandato nas eleições de 2017, e que, eventualmente, continue no poder até 2034.

Esta revisão constitucional havia sido duramente criticada por seus parceiros internacionais, particularmente os Estados Unidos, que lhe pediram que deixasse o poder em 2017.

Eleito em 2003 e reeleito em 2010, ambas as vezes com mais de 90% dos votos, Kagame indicou que sua decisão de ficar no poder dependia do resultado do referendo.

Kagame é o homem forte do país desde Julho de 1994, quando a Frente Patriótica Ruandesa (RPF), fundada por ele, expulsou de Kigali os extremistas hutus, encerrando o genocídio começado três meses antes (800.000 mortos, principalmente membros da minoria tutsi). (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA