Presidente da Adidas critica o jogo do Manchester United

(AFP)

O presidente da Adidas, Herbert Heiner, criticou o estilo de jogo praticado pelo Manchester United, clube no qual a marca de material desportivo alemã investiu cerca de um bilião de euros em dez anos.

De um ponto de vista económico, com a venda de camisas, “os negócios estão indo muito bem com o Manchester United. Estamos satisfeitos, embora o estilo de jogo actual da equipe não corresponda às nossas expectativas”, afirmou Heiner em entrevista publicada nesta segunda-feira no jornal alemaõ Süddeutsche Zeitung.

Os ‘Red Devils’ vivem uma temporada complicada, a segunda sob o comando do holandês Louis Van Gaal, que está balançando no cargo.

O clube foi eliminado da Liga dos Campeões, na fase de grupos, e também está fora da Taça da Liga Inglesa.

Na Premier League, o United chegou a disputar a liderança, mas ocupa hoje apenas a quinta posição, nove pontos atrás do líder Arsenal.

Mais do que os resultados, o que irrita os torcedores é a qualidade do jogo praticado pela equipe, que marca poucos golos apesar de ter feito contratações de peso no inicio da temporada, como o holandês Memphis Depay, o alemão Bastian Schweinsteiger ou o francês Anthony Martial.

Apesar da má fase, o presidente da Adidas comemorou o fato de ter “vendido mais camisas do que o esperado”.

Em Julho de 2014, a marca alemã, que também patrocina o Flamengo e outros pesos pesados do futebol europeu, como Bayern de Munique e Real Madrid, fechou um contrato recorde com o clube inglês, por 750 milhões de libras em dez anos, mais de um bilião de euros.

Antes da Adidas, o United era patrocinado pela Nike, fornecedora oficial da selecção inglesa desde 2002. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA