Portugal: BPI sobe mais de 2,5% após lucros de 236,4 milhões

As acções do BPI lideram os ganhos em Lisboa, com uma subida superior a 2,5%. Os investidores estão a reagir positivamente aos resultados apresentados após o fecho da última sessão.

As acções do BPI estão a reagir positivamente ao conjunto de resultados apresentados após o fecho da última sessão. O banco sobe mais de 2,5% e lidera os ganhos em Lisboa, depois de ter divulgado que encerrou o último ano com lucros de 236,4 milhões de euros, um resultado que compara com prejuízos em 2014.

Os títulos do BPI sobem 2,65% para 1,047 euros, mas já chegaram a valorizar um máximo de 2,75% para 1,048 euros. O banco está a valorizar pela terceira sessão consecutiva, tendo subido 5,76% neste período.

O banco anunciou esta quarta-feira, 27 de Janeiro, que fechou 2015 lucros que ficaram muito acima das previsões do CaixaBI. O banco de investimento da CGD – o único banco que reportou as previsões para os resultados do BPI – estimava que a entidade liderada por Fernando Ulrich (na foto) apresentasse “um resultado líquido positivo de 194,8 milhões face a uma perda de 163,6 milhões no exercício de 2014”.

Tal como o banco de investimento previa a actividade doméstica terminou o ano com sinais positivos. O BPI fechou 2015 com um lucro de 93,1 milhões de euros (comparáveis aos 289,7 milhões de euros de prejuízos) em Portugal.

Ainda assim, Angola continua a ser a principal fonte de rentabilidade da instituição bancária. Representa 57% do resultado, com o BPI a receber um contributo de 135,7 milhões de euros do BFA em 2015, uma apropriação 16% superior ao contributo recebido um ano antes.

(Negocios)
(Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA