OMS garante apoio no combate ao surto de febre-amarela

Representante da OMS, Hernando Agulo (Foto: António Escrivão)

O representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Angola, Hernando Agudelo manifestou hoje total apoio às autoridades angolanas, no combate à febre-amarela que está a assolar o município de Viana.

O responsável demonstrou esta vontade no final de uma reunião sobre o surto de febre-amarela em Luanda, orientada pelo governador provincial, Higino Carneiro.

De acordo com Hernando Agudelo, a sua instituição tão logo tomou conhecimento do surgimento do surto, e dos esforços do Executivo, predispôs-se já a identificar as necessidades e a preparação do plano de resposta, assim como a coordenação do mesmo.

Segundo Agudelo, é necessário que se tenha a consciência da vacinação preventiva, com vista acautelar-se contaminações em casos de epidemias, tal como está a acontecer neste momento.

Fez saber que actualmente uma vacina contra a febre-amarela pode imunizar a pessoa por mais de dez anos.

Informou que em breve chegarão especialistas da OMS com o propósito de fazerem um estudo mais aprofundado das causas do surgimento desta doença.

No município de Viana foram notificados desde o dia 30 de Dezembro de 2015 99 casos, dos quais 26 validados com oito óbitos de cidadãos que não tinham sido imunizados. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA