OMA lamenta falecimento do general Agostinho Nelumba “Sanjar”

Organização de Mulheres Angolana (OMA) (Foto: Angop)

O Secretariado Executivo Nacional da Organização da Mulher Angolana lamenta a morte do general de exército Agostinho Fernandes Nelumba ” Sanjar” ocorrido no dia 8 de Janeiro em Joanesburgo, África do Sul, por doença.

De acordo com uma mensagem de condolência da OMA que a Angop teve acesso hoje, quinta-feira, Agostinho Fernandes Nelumba, antigo guerrilheiro do MPLA durante a luta armada de libertação nacional e filho de antigos combatentes, foi um destacado cabo de guerra das extintas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola ( FAPLA) que, com bravura inigualável, contribuiu para a conquista e consolidação da independência nacional, liberdade e emancipação do povo angolano.

A missiva realça que o general Sanjar desempenhou funções de destaque tanto nas Forças Armadas como no Governo, entre as quais a de vice-chefe do Estado Maior General das FAA, comandante da Frente Norte, chefe do Estado -Maior General das FAA e vice-ministro da Defesa.

“ Temos consciência que neste momento difícil as palavras são poucas para confortar esta perda irreparável de um ente – querido. São etapas da vida que nos custam sempre aceitar, mas eternamente ficam as memórias e as infindáveis recordações “, lê-se no documento.

Refere ainda que o Secretariado Executivo Nacional da OMA em nome das militantes de Cabinda ao Cunene manifesta a sua solidariedade neste momento difícil que mergulhou não só a sua ilustre família como todos aqueles que com ele conviveram.

Durante a sua carreira militar cumpriu as funções de chefe da direcção de estabelecimento de Ensino Militar do Estado-Maior General, chefe do Estado-Maior General adjunto das extintas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA) e membro da Comissão Conjunta para a formação das FAA.

Os seus restos mortais vão a enterrar nesta quinta-feira no Cemitério Alto das Cruzes, em Luanda. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA