Natalie Cole, cantora e filha de Nat King Cole, morre aos 65 anos (vídeo)

A cantora Natalie Cole durante apresentação em Los Angeles, em maio de 2015 (Foto: Imeh Akpanudosen/Getty Images/AFP)

A cantora e compositora norte-americana Natalie Cole morreu aos 65 anos, segundo o site TMZ, em um hospital de Los Angeles de insuficiência cardíaca congestiva causa por complicações de um transplante de rim e hepatite C. Assessora de Natalie, Maureen O’Connor afirmou à agência Associated Press que a cantora morreu na noite desta quinta-feira (31).

Vencerdora de nove prémios Grammy, Natalie ficou conhecida por interpretar músicas como “This will be” e “Unforgettable”, esta famosa pelo dueto “virtual” entre a artista e seu pai, o também cantor e compositor Nat King Cole (1919-1965).

Segundo o site, a cantora ficou doente recentemente, cancelando várias datas de sua digressão no fim de Dezembro, incluindo um show na virada de Ano Novo no Disney Hall, em Los Angeles. Ela também cancelou um próximo show que aconteceria em Fevereiro deste ano devido à doença.

Natalie lutou contra o abuso de cocaína, heroína e álcool, e sofria de problemas de saúde, como doença hepática em 2008, que ela disse que provavelmente contraiu devido ao uso de drogas a mais de 30 anos. No ano seguinte, ela recebeu um rim novo. Ela também contraiu hepatite C, para a qual foi submetida à quimioterapia. Ela casou-se 3 vezes e teve um filho.

O reverendo e activista político Jesse Louis Jackson lamentou a morte da cantora no Twitter. “#NatalieCole, Amada irmã de essência e som. Que a sua alma descanse em paz. #Inseperable”, escreveu. “Na faculdade, eu nomeei a minha guitarra de Natalie! Como um jovem comediante de stand-up eu abri para Natalie Cole. Ela era tudo isso, em todos os sentidos”, disse o actor e apresentador Arsenio Hall. (G1)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA