Ler Agora:
Morreu Abe Vigoda, o gangster Tessio de “O Padrinho”
Artigo completo 2 minutos de leitura

Morreu Abe Vigoda, o gangster Tessio de “O Padrinho”

O ator que participou na série humorística “Barney Miller” e no filme “O Padrinho” morreu esta terça-feira aos 94 anos.

O ator Abe Vigoda morreu ontem, terça feira, aos 94 anos. A notícia foi dada pela filha, Carol Vigoda Fuchs, que informou que o pai tinha morrido tranquilamente durante o sono em Nova Jérsia (Estados Unidos). Morreu de velhice, disse a filha citada pelo Los Angeles Times. “Este homem nunca esteve doente.”

Abraham Charles Vigoda nasceu a 24 de fevereiro de 1921, filho de imigrantes judeus russos, e morreu pouco antes de poder completar os 95 anos. Desta vez não é apenas um boato, como o que a revista People lançou e que tantas vezes se repetiu desde os anos 1980, lembrou o New York Daily News.

O homem alto, de sobrancelha espessa e pé leve, foi convidado várias vezes para participar em espetáculos da Broadway, nos anos 1960 e 1970.

Foi Francis Ford Coppola que o levou para Hollywood com o papel de Salvatore “Sal” Tessio, uma das personagens de “O Padrinho”, que estreou em 1972. Abe Vigoda foi escolhido entre 500 candidatos como lembrou o LATimes.

A prestação no filme chamou a atenção dos produtores da série de humor norte-americana “Barney Miller”, passada numa esquadra de polícia de Nova Iorque, onde fez de detective Phil Fish. O ator foi três vezes seguidas nomeado para os Emmys.

Além dos dois papéis onde mais se destacou Abe Vigoda participou em 25 filmes e 75 séries de televisão, sempre no registo “mafioso” ou “polícia”, referiu o LATimes. O ator continuou a atuar e a participar com assiduidade no programa de Conan O’Brien até aos seus 80 anos. (Observador)

por Vera Novais

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »