Ministra destaca realizações da semana do ambiente

Fátima Jardim - Ministra do Ambiente (Foto: Lucas Neto)

A ministra do Ambiente, Fátima Jardim, destacou hoje, domingo, os feitos alcançados durante a realização das várias actividades inseridas na semana nacional do ambiente, que contou com o envolvimento de vários sectores da sociedade.

A ministra fez esta abordagem durante o encerramento da Semana Nacional do Ambiente, considerando que o trabalho e dedicação de todos é imprescindível para que o país descubra e desenvolva outras utilidades, no que tange ao aproveitamento de resíduos recicláveis.

A responsável salientou que o governo tem estado a regulamentar tudo concernente a temática do lixo, para que os cidadãos se envolvam mais na separação dos resíduos, como é o caso do Plano Estratégico de Gestão de Resíduos Urbanos (PESGRU) elaborado pelo Ministério do Ambiente, para uma cidade mais limpa.

Nesta senda, Fátima jardim recebeu do Ministério do Interior um camião de materiais eletro electrónicos, que passou à Agência Nacional de Resíduos e estes ao seu parceiro privado NetService que participa da semana ambiental na recolha destes materiais.

A titular do Ambiente, sentiu-se prestigiada com o envolvimento do ministério do Interior, sendo o que mais participou nas actividades da semana nacional do ambiente, desde o acompanhamento na pessoa do seu ministro, Ângelo da Veiga Tavares, a entrega de matérias, disponibilidade dos efectivos, entre outros.

“O aproveitamento de lixo como garrafas, plásticos, pneus, dentre outros materiais recicláveis, são exemplos de uma boa e nova prática de consolidação da mensagem do Presidente Agostinho Neto: o mais importante é resolver os problemas do povo”, frisou.

Já o titular do Interior, Ângelo da Veiga Tavares, apelou aos demais organismos institucionais e sociedade civil a se dedicarem mais em prol do ambiente, para que as gerações futuras usufruam de um meio saudável.

Ângelo Veiga Tavares manifestou a sua disponibilidade no combate ao lixo em todas as suas vertentes e elogiou o trabalho que tem sido feito para inverter a situação dos resíduos em Angola.

A semana nacional do ambiente começou dia 28 com a realização de palestras, workshops e campanhas de sensibilização com temáticas diferenciadas sobre a biodiversidade, alterações climáticas, tecnologias ambientais, lixo e saúde pública, dentre outras.

Foi no dia 31 de Janeiro de 1976 que terminou a primeira “Semana de Conservação da Natureza”, realizada em Luanda, na qual estiveram presentes delegações provenientes de Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Cabo Verde.

Com a realização deste encontro, ficou assim determinada a celebração do “31 de Janeiro”, como Dia Nacional do Ambiente, em Angola. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA