Marcelo já sabia que “mais tarde ou mais cedo se ia candidatar”

(DR)

Em entrevista na TVI, Freitas do Amaral disse que não existe nenhum candidato com a experiência de Marcelo.

Freitas do Amaral não tem dúvidas qual o candidato em que vai votar no próximo dia 24 de janeiro para Presidente da República e não tem também dúvidas de que será este o vencedor das eleições. As suas certezas assentam no facto do seu candidato ter tido ao longo dos últimos dez anos uma grande visibilidade graças à televisão.

“Vou votar no professor Marcelo. Primeiro porque somos amigos há 50 anos, fomos colegas e porque reconheço que é um dos políticos mais inteligentes, mais competentes, mais capazes”, começou por dizer.

A sua escolha baseia-se, também, no facto de, ao olhar “para os seus adversários, sobretudo os mais fortes”, não encontrar “quem que tenha o mesmo nível de conhecimentos” e uma “experiência política tão forte”.

“Os adversários mais fortes são Maria de Belém e Sampaio da Nóvoa”, considerou, referindo que a candidata feminina “se fosse eleita, até exerceria bem as suas funções”, mas que é difícil “comparar o currículo dado que nunca exerceu funções de liderança”.

O antigo presidente do CDS considerou ainda que Marcelo fez bem em não pedir o apoio do PSD nem do CDS e que essa decisão lhe deu uma vitória.

“Marcelo fez bem em não ter pedido apoio da sua família política e afirmar que a sua candidatura é transversal a vários quadrantes. Obteve uma grande vitória política ao ver o PSD e o CDS apoiarem-no sem o pedir”, considerou.

Freitas do Amaral acredita que a vitória de Marcelo está garantida, se não à primeira, pelo menos à segunda volta, “não só pela sua personalidade, mas pelos programas televisivos durante anos seguidos”. E tem a certeza que este tomou a decisão de se candidatar quando ainda era comentador.

“Ele é um político e sempre teve grande vocação política. Era óbvio que mais tarde ou mais cedo o faria ou para primeiro-ministro ou para Presidente da República. Essa decisão aconteceu algures nos últimos anos”, atirou. (Noticias ao Minuto)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA