Lopetegui despedido!

(Foto: D.R.)

Lopetegui já não é treinador do FC Porto. Record sabe que o treinador basco já rescindiu o contrato que o ligava aos dragões. O empate com o Rio Ave (1-1), na quarta-feira, precipitou a decisão, depois de ainda no dia 27 de dezembro Pinto da Costa se ter demonstrado indiferente à pressão dos adeptos.

Esse resultado fez com que os dragões descessem à terceira posição da Liga NOS, a quatro pontos do líder Sporting e em igualdade com o Benfica.

Na sua segunda temporada do treinador espanhol, o FC Porto foi eliminado da Liga dos Campões – o clube foi relegado para a Liga Europa -, comprometeu a presença nas meias-finais da Taça da Liga e está nos quartos de final da Taça de Portugal.
JAIME PACHECO: «NUNCA É TARDE PARA SE MUDAR»

(Foto: Luís Vieira)
(Foto: Luís Vieira)

Jaime Pacheco escusou-se esta quinta-feira a comentar a possível saída de Julen Lopetegui do FC Porto, mas admitiu que “as coisas já não estavam bem a todos os níveis” na equipa da Liga NOS. O treinador afirmou, à margem da uma cerimónia de homenagem a José Maria Pedroto no Instituto Universitário da Maia (ISMAI), que “quem deve assumir a responsabilidade quando as coisas não estão bem é, de facto, o treinador”.

“Nunca é tarde para se mudar quando quem manda entende que deve mudar. Se o FC Porto entendeu fazer isso, tem as suas razões”, referiu o técnico que atualmente está sem clube.

Sobre a possibilidade de vir a treinar o FC Porto, Jaime Pacheco não quis abordar a questão: “Estou cá por uma ocasião especial. Não quero entrar por aí. Há pessoas que gostam de mim, outras não. O meu currículo fala por mim. Sou capaz de ser competente em Portugal e no estrangeiro”.

Jaime Pacheco classificou ainda de “lamentável” a troca de palavras entre Rui Vitória e Jorge Jesus, acrescentando que “estão a passar dos limites”.

TONI: “ESTA ÉPOCA O PLANTEL ESTÁ MAIS FRACO”

(Fernando Ferreira)
(Foto: Fernando Ferreira)

O treinador Toni garantiu esta quinta-feira que o FC Porto atravessa um momento complicado e que, “este ano não tem o plantel mais forte e perdeu muita confiança”.

“Ao contrário do que tenho lido, esta época o FC Porto está mais fraco. Perdeu jogadores como o Danilo, Alex Sandro, Oliver, Casemiro, Jackson, Quaresma. Teve de refazer a equipa, sempre com expectativas grandes”, esclareceu Toni quando questionado sobre a opinião relativamente à possível saída de Julen Lopetegui do comando técnico da equipa portista.

O treinador comentou ainda, à margem da cerimónia de homenagem a José Maria Pedroto no Instituto Universitário da Maia (ISMAI), as trocas de palavras entre o treinador do Benfica, Rui Vitória, e o treinador do Sporting, Jorge Jesus.

“Ser treinador é ter valores e princípios que devem ser respeitados. Não havia necessidade desta troca de galhardetes. Estas palavras do Jorge Jesus no último jogo com Setúbal? Saber ganhar é tão importante como saber perder e estas palavras mancham uma classe”, referiu ainda Toni antes do início da cerimónia. (record)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA