Laboratório francês chuta responsabilidades para a portuguesa Bial

(DR)

Ensaio clínico culminou na morte de uma pessoa, em França.

A Biotrial levou a cabo um ensaio clínico com vista a testar um novo analgésico da portuguesa Bial. No entanto, as coisas não correram bem e dos 198 participantes, seis foram hospitalizados no início da semana passada. Um acabou mesmo por morrer no domingo e os outros cinco continuam internados.

Em entrevista à rádio RTL, a ministra da Saúde francesa disse que a tutela deveria ter sido alertada para o incidente de forma “mais rápida”. Embora a imprensa francesa tivesse lido nestas declarações um ataque à Biotrial, esta, por sua vez, chutou para ‘canto’ e passou a ‘bola’ à Bial.

“A regulamentação diz que cabe ao promotor dos ensaios Bial a responsabilidade de prevenir as autoridades de saúde”, disse o diretor da Biotrial, François Peaucelle, acrescentando que na sua empresa “tudo foi feito conforme as regras”.

Ainda na mesma entrevista, a ministra da Saúde revelou que a tutela só foi informada do que se estava a passar na quinta-feira à noite, sendo que as primeiras informações não apontavam para uma consequência do medicamento em teste, dando a entender de que o incidente poderia ter tido origem num acidente vascular cerebral. (Noticias ao Minuto)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA