José Mário Vaz não vai dissolver parlamento guineense

José Mario Vaz, presidente guineense. (AFP FOTO / SIA KAMBOU)

O parlamento guineense não vai ser dissolvido pelo presidente José Mário Vaz. O chefe de Estado anunciou que não entraria por essa via, num momento em que se vive uma crise política no país.

O Presidente guineense José Mário Vaz prometeu ontem que não vai dissolver o parlamento.

No discurso à nação, por ocasião do fim do ano, o chefe de Estado da Guiné-Bissau deu esta garantia num contexto de crise política.

Lembramos que o presidente do PAIGC, Domingos Simões Pereira, partido no poder na Guiné-Bissau, tem sido contestado por elementos do seu próprio partido. Aliás os 15 deputados contestatários do PAIGC decidiram-se pela abstenção no parlamento aquando do debate sobre o programa do governo de Carlos Correia.

O presidente guineense José Mário Vaz prometeu que não dissolveria o parlamento por os custos de tal medida serem superiores aos ganhos. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA