Indonésia: Pelo menos sete mortos em explosões e tiroteios em Jacarta (vídeo)

(EURONEWS)

Várias explosões e ataques armados abalaram o centro de Jacarta, a capital da Indonésia. Há pelo menos sete mortos. Entre os mortos há pelo menos dois polícias e quatro atacantes.

Terão ocorrido pelo menos seis explosões. Seguiram-se horas de tiroteio.

Entre os atacantes havia bombistas suicidas. No total o grupo seria composto por dez a catorze pessoas

Uma das explosões ocorreu junto a um café da Starbucks no centro comercial Sarinah, situado no bairro de Jalan Thamrin, perto do palácio presidencial e instalações da ONU.

A multinacional norte-americana reconheceu que há pelo menos um cliente ferido e anunciou que todas as suas lojas em Jacarta vão manter-se fechadas até nova ordem.

O presidente indonésio, que antecipou o regresso a Jacarta, disse que os ataques de hoje foram um “ato de terrorismo”.

Jowo Widodo ordenou também ao chefe nacional da polícia e ao ministro de assuntos políticos e de segurança que os autores do ataque sejam procurados e capturados, assim como os elementos da rede que integram.

A Indonésia estava em estado de alerta máximo desde o Natal e Ano Novo, por temer atentados terroristas. O grupo Estado Islâmico tinha prometido colocar a Indonésia no centro das atenções.

No final do ano passado foram detidos nove suspeitos que, segundo a polícia, estavam a planear ações em Sumatra, Java e Kalimantan.

O último grande ataque ocorrido em Jacarta remontava a julho de dois mil e nove.

Tal como os Estados Unidos, a embaixada de Portugal na Indonésia lançou um aviso aos cidadãos portugueses para evitarem deslocações ao centro de Jacarta e a limitarem ao máximo as deslocações.

Também a representação brasileira na capital indonésia aconselhou, na sua página de Facebook, “a todos os membros da comunidade brasileira que evitem locais com grande afluência de público e que procurem restringir seus deslocamentos por vias públicas”.

A Austrália já condenou os ataques. (EURONEWS)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA