Inaugurada exposição ” Memórias de Vinil: 50 a 90- quatro décadas de música angolana

Ngola Ritmos (DR)

Uma exposição denominada ” Memórias de Vinil: 50 a 90-quatro décadas de música angolana” foi inaugurada hoje, quarta-feira, no Centro Cultural Agostinho Neto, na vila de Catete, município de Icolo e Bengo.

Falando na abertura do evento, que fica patente ao público até ao mês de Maio, o director Nacional da Acção Cultural, Carlos Vieira Lopes, disse ser de grande importância, tendo em conta que traz a público informações relevantes sobre o cancioneiro angolano.

O responsável sublinhou que insere-se no programa de preservação do cancioneiro popular, no âmbito das acções do Dia Nacional da Cultura, assinalado a 8 de Janeiro.

“É um evento que retrata um dos aspectos mais marcante da trajectória da música angolana”, disse

O público terá a oportunidade para ouvir temas musicais que marcaram as décadas em referência, com realce para agrupamentos como Os Jovens do Prenda, Ngola Ritmos, S.O.S, Os Kiezos, Nzaji e os artistas Elias Dya Kimuezo, Mamukueno, Carlos Lamartine, entre outros. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA