Huíla: Tribunal da Huíla inicia julgamento do caso BIC

Réus do caso BIC (Foto: José Filipe)

O julgamento dos cidadãos angolanos e namibianos que terão assaltado uma das dependências do Banco BIC, no Lubango, em Fevereiro de 2015, iniciou-se nesta terça-feira, no Tribunal Provincial da Huíla, envolvendo seis arguidos. A primeira sessão foi marcada por declarações do Ministério Público e da defesa.

Os réus terão arrombado a porta e dominado o guarda, tendo na ocasião levado consigo 18 milhões, 571 mil e 190 kwanzas, 47 mil e 394 dólares americanos, quatro mil e 130 dólares namibianos e 17 mil e 201 Euros, segundo a acusação.

Os mesmos réus, após a diligência da Polícia Nacional, foram ainda encontrados com 12 armas de fogo, que usaram durante o assalto na madrugada de sábado, na Agência bancária do BIC, localizada no bairro do Tchioco, arredores desta urbe.

Do caso, quatro arguidos namibianos evadiram-se da penitenciária em Agosto, no Lubango, e ainda não foram localizados.

O julgamento está a ser conduzido pelo juiz de direito Marcelino Ntyamba. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA