Huíla: Mais de três mil obras expostas na primeira feira do artesanato urbano

Huíla: Exposição de peças etnográficas (Foto: Morais Silva)

Mais de três mil artefactos foram expostos na primeira feira do artesanato urbano, realizada sábado, no Lubango, província da Huíla, numa iniciativa da Associação de Eventos Culturais e Partilha de Ideias, denominada Otyoto.

A Angop apurou sábado, nesta cidade, da responsável da referida agremiação cultural, Rossana Oliveira, que a actividade se enquadrou nas comemorações do 4 de Fevereiro, dia do início da luta armada de libertação de Angola, e visou divulgar a diversidade da produção artística local e nacional.

Segundo disse, estiveram expostas peças de cestaria, olaria, obras literárias e discográficas de autores locais, pintura, escultura, vestuário africano, entre outros artefactos, cujos preços variaram de cem à 15 mil kwanzas.

Afirmou que a feira de artesanato urbano visou, igualmente, juntar os artistas e divulgar mais as suas obras, bem como incentivar os novos talentos a enveredarem na produção de várias artes para ajudar na diversificação da economia no país.

“Tivemos uma afluência razoável dos visitantes porque entendo que a sociedade ainda não tem cultura de comparar as obras de artes de produção nacional, mas valeu a pena a primeira experiência, neste domínio”, disse.

A Associação de Eventos Culturais e Partilhas de Ideias existe desde 2015 e foi criada com o objectivo de desenvolver as artes e divulgar a sua produção, bem como realizar a troca de ideias em torno das diferentes disciplinas. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA