Huambo: Mais de dezoito mil alunos terão novas unidades escolares em 2016 na Caála

Sala de aulas (Foto: Angop)

Dezoito mil e 366 alunos do ensino primário e secundário poderão ganhar novas unidades escolares em 2016 no município da Caála, 23 quilómetros a oeste da cidade do Huambo.

O facto foi anunciado neste domingo, pelo administrador do município da Caála, Victor Tchissingui, em declarações a Angop.

Disse que os alunos serão distribuídos em treze unidades escolares do ensino primário e secundário em construção nas aldeias de Cadongue (Cuima), Chiculundunda (comuna sede), Mandele, Cassupi (Calenga), nova centralidade do município da Caála, bem como na comuna da Catata, onde também está em curso a construção da segunda fase do Instituto Médio Politécnico.

Este processo, segundo o responsável, vai merecer especial atenção das autoridades administrativas locais para a garantia do desenvolvimento académico, assim como o combate do analfabetismo no município, com uma população estimada em 260 mil habitantes.

Em 2016, afirmou, o sector da educação prevê matricular cerca de 120 mil alunos no ensino primário e secundário, mais dez mil em relação ao ano de 2015. As aulas serão garantidas por dois mil e 471 professores.

Aos docentes, o administrador pediu maior empenho no desenvolvimento da sua actividade, para que em 2016 se possa assegurar um adequado funcionamento do sistema de ensino. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA