Huambo: Direcção da agricultura quer relançamento de projectos empresariais agro-pecuários

Huambo: Emitério Tiago - Director Provincial da Agricultura (Foto: Frank Beu)

O director da Agricultura e Desenvolvimento Rural da província do Huambo, Emitério Tiago, informou hoje, que a sua instituição começa, este ano, a promover o relançamento de projectos empresariais agro-pecuários para aumentar a produtividade e melhorar as condições de vida da população.

O responsável prestou esta informação à Angop, após a visita de três dias às associações de camponeses e fazendas de produção agropecuária do município da Caála, 23 quilómetros ao oeste da cidade do Huambo.

Disse que para o efeito será necessário expandir os conhecimentos agrários básicos aos agricultores, bem como preparar as reservas fundiárias para o cultivo em grande escala.

Afirmou que o projecto deverá contar com o envolvimento das famílias camponesas, para que redobrem a produção.

De acordo com Emitério Tiago, o programa terá também uma forte componente de repovoamento animal, devendo-se administrar as técnicas fundamentais de desenvolvimento pecuário às famílias camponesas, assim como acompanhar a evolução dos resultados estatísticos de produção animal na região.

Durante a sua jornada laboral, o director da Agricultura e Desenvolvimento Rural no Huambo visitou as reservas fundiárias agrícolas seleccionadas no município da Caála para a criação de projectos empresariais agro-pecuários, no quadro da diversificação da economia.

A administração municipal da Caála preparou mais de 50 mil hectares para a produção de cereais em maior escala.

Nesta região são controladas 155 fazendas agropecuárias. Destas, 138 estão em pleno funcionamento e as outras 17 estão paralisadas.

O município possui 51 mil e 997 famílias camponesas, 97 cooperativas e 68 associações, que cultivam em média uma área de 81 mil e hectares de terra, com maior realce para os cereais, tubérculos e hortícolas diversas.

Segundo dados estatísticos do efectivo animal local, são controlados actualmente 89 mil e247 cabeças de gado bovino, 75 mil e 635 caprinos e 31 mil e 006 suínos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA