Guiné-Bissau: PAIGC expulsou 14 deputados

O partido de Domingos Simões Pereira envolto em crise profunda (RFI)

Por deliberação do Conselho de jurisdição, o tribunal do partido do PAIGC, decidiu expulsar das suas fileiras 14 deputados que se posicionaram contra o programa do Governo no passado dia 23 de Dezembro.

Na verdade foram 15 os deputados do PAIGC que votaram a abstenção.

O deputado Baciro Dja já estava expulso do partido maioritário no Parlamento guineense, desde Novembro, ainda que se tenha mantido no hemiciclo.

Os 14 deputados expulsos esta quinta-feira são acusados de conduta subversiva e de traição política grave contra os princípios e estatutos do PAIGC.

Para o partido, os deputados desrespeitaram uma orientação dada de forma expressa ao grupo parlamentar no sentido de votar a favor do programa do Governo.

Numa conferência de imprensa esta quarta-feira, o grupo de deputados em rota de colisão com a direcção do PAIGC, afirmava que não vai acatar qualquer ordem de expulsão e que jamais iria abandonar o Parlamento.

A prova dos nove, será tirada já este sábado na reunião do Comité Central ou na segunda-feira, na abertura dos trabalhos do Parlamento. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA