Governo de união nacional é formado na Líbia

(AFP)

Um governo líbio de união nacional, integrado por 32 ministros, foi anunciado nesta terça-feira pela ONU, que havia auspiciado este acordo para colocar fim a anos de caos político.

O gabinete estará dirigido pelo homem de negócios de Tripoli Fayez al Sarraj, afirmou a ONU em sua página do Facebook.

A Líbia tem com dois Parlamentos rivais e até o momento nenhum deles ratificou este acordo assinado em Dezembro no Marrocos.

O enviado da ONU para a Líbia, Martin Kolber, convocou na terça-feira no Twitter a Câmara de Representantes – o parlamento reconhecido internacionalmente com sede no leste do país – a “se reunir rapidamente para aprovar” este governo.

As autoridades líbias rivais, não reconhecidas pela comunidade internacional, estão em Tripoli.

A Líbia está afundada no caos desde a queda de Muanmar Kadhafi, em 2011, e duas autoridades rivais disputam o poder desde meados de 2014.

Os ocidentais pressionaram nos últimos meses para conseguir a formação de um governo de união nacional sob a égide da ONU, com o objectivo de tentar estabilizar a Líbia e instalar uma autoridade capaz de frenar o avanço dos jihadistas do Estado Islâmico neste país. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA