Governador de Luanda reúne-se com Dom Filomeno Vieira Dias

Governador de Luanda, Higino Carneiro, recebe Arcebispo da Igreja Católica, Dom Filomeno Vieira Dias (Foto: Pedro Parente)

O governador provincial de Luanda, Francisco Higino Lopes Carneiro , reuniu-se hoje (sábado), com o arcebispo de Luanda, Dom Filomeno Vieira Dias, com quem abordou questões sobre a segurança, autoridade e problemas básicos da população.

No final do encontro, em declarações á imprensa, Dom Filomeno Vieira Dias referiu que existe uma uma grande convergência de sensibilidade e preocupações entre o governador e a igreja católica quanto as prioridades.

Segundo o arcebispo, durante o encontro foi informado que os habitantes do Catintom, no bairro do Cassequel, distrito urbano da Maianga, poderão contar com uma nova ponte em breve.

“ Senti da parte do senhor governador muita vontade de trabalhar com as populações, isso é o que é importante, é o que se espera de quem governa, que procure olhar para o bem de todos, independentemente do credo religioso ou de qualquer outra sensibilidade e sempre contando também com a colaboração de todos”, afirmou.

O religioso afirmou que deslocou-se ao governo da província para uma visita de cortesia para dar as boas vindas ao governador como cidadão desta cidade onde a arquidiocese de Luanda tem também a sua sede.

Quanto as celebrações do 440 aniversário da cidade de Luanda, Dom Filomeno Vieira Dias afirmou que Luanda continua a ser uma casa comum, onde todos devem sentir-se bem, co-responsáveis e confortáveis, que se aperfeiçoa dia-a-dia, e onde os sonhos de cada um possam efectivamente realizar-se.

E quanto a tradicional missa eucarística de Domingo, prosseguiu o religioso, ma Paroquia da Nossa Senhora de Fátima é uma celebração tradicional ligada ao patrono da cidade e os fieis devem participar dessa celebração dando graças a Deus por tudo aquilo que ele nos dá.

“ O homem não constrói a cidade sozinho, o homem constrói a cidade com os outros e sobretudo inspirado e sustentado por essa presença de Deus”, concluiu.

A cidade de Luanda, a mais antiga ao sul do Sahara, foi fundada a 25 de Janeiro de 1576 pelo fidalgo e explorador português Paulo Dias de Novais, sob o nome de São Paulo da Assunção de Loanda. Conta com uma população de aproximadamente 8,5 milhões de habitantes , que a torna a terceira mais populosa cidade lusófona do mundo, atrás de São Paulo e Rio de Janeiro, ambas no Brasil. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA