França: Morreu uma das vítimas de ensaio clínico

Foto: Francisco Neves - Lusa

Um dos seis homens hospitalizados depois de ensaio clínico com molécula da farmacêutica Bial morreu. O paciente, internado desde domingo (10), estava em morte cerebral.

O Centro Hospitalar Universitário de Rennes anunciou esta tarde que morreu um dos pacientes que estava internado depois de participar num ensaio clínico com uma molécula desenvolvido pela empresa portuguesa Bial, avança a AFP. A vítima que perdeu a vida este domingo estava em morte cerebral desde domingo, dia 10 de janeiro. Os outros cinco homens hospitalizados estarão em condição estável. Há, no entanto, informações contrárias que sugerem que quatro desses homens terão registado danos cerebrais irreversíveis.

O paciente que estava em morte cerebral foi admitido no hospital no domingo, dia 10, e teve uma evolução tão rápida que os médicos pensavam que estaria a ter um acidente vascular cerebral. Mais tarde verificaram que se tratava de uma trombose, disse em conferência de imprensa Pierre-Gilles Edan, chefe do serviço de neurociências do CHU. Das quatro pessoas que deram entrada entre quarta e quinta-feira, três delas têm danos neurológicos tão severos que, caso venham a recuperar, ficarão certamente com sequelas, garantiu o médico. A sexta pessoa está no hospital sob observação, mas sem sintomas. (Observador)

por Hugo Tavares da Silva

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA