FAF investe fundos do Girabola ZAP para áreas de formação

Logótipo da FAF (Foto: ANGOP)

O secretário-geral da Federação Angolana de Futebol (FAF), Cardoso de Lima, disse quarta-feira, em Luanda, que os fundos proveniente do acordo de três anos com ZAP serão aplicados, na sua maioria, para programas formativos.

Ao intervir na cerimónia de apresentação do novo produto Girabola ZAP, Cardoso de Lima, em representação do presidente da FAF, Pedro Neto, que o investimento vai servir para a formação de arbitro, treinadores, médicos e outros sectores importante para melhoria do futebol angolano.

Segundo o responsável, a cooperação com a ZAP é uma mais-valia para a FAF, porque sou com o orçamento não conseguia abranger todos os sectores do futebol no país.

Salientou que com os fundos provenientes do acordo da ZAP, a FAF já poderá apoiar todos os sectores do futebol em Angola.

“O interesse da ZAP em apoiar FAF vem demonstrar a importância e a força que o futebol tem no país, representar também um conjunto de oportunidades que vão alavancar o futebol profissional em Angola”, realçou.

Foram signatários do acordo, assinado nesta quarta-feira, o secretário-geral da FAF, Cardoso de Lima, e o director-geral ZAP, Nuno Aguiar.

Vão disputar o próximo Girabola as equipas do Petro de Luanda, 1º de Agosto, Atlético Sport Aviação (ASA), Recreativo da Caála, 1º de Maio de Benguela, Porcelana do Cuanza Norte, Recreativo do Libolo, Académica do Lobito, Kabuscorp do Palanca, Benfica de Luanda, Progresso da Lunda Sul, Sagrada Esperança da Lunda Norte, Progresso do Sambizanga, 4 de Abril do Cuando Cubango, Interclube e Desportivo da Huila.

A Federação Angolana de Futebol é a entidade máxima do futebol em Angola. É ainda a responsável pela promoção, desenvolvimento, regulamentação do futebol no país, além da organização e gestão administração da selecção angolana de futebol, assim como a organização dos campeonatos nacionais de futebol nos diversos escalões, principalmente o Girabola e a Taça de Angola. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA