Explorador morreu a atravessar a Antárctida a pé

A solidão de Henry Worsley na Antárctida - DR

O britânico Henry Worsley não resistiu a uma peritonite após ter pedido auxílio quando estava a 48 quilómetros do fim da expedição.

Henry Worsley, um explorador britânico que tentava tornar-se no primeiro homem a atravessar a Antárctida a pé, sozinho e sem qualquer assistência, morreu neste domingo no Chile, quando estava a 48 quilómetros de conseguir o feito. A confirmação da morte deste antigo coronel de 55 anos foi feita pela sua mulher, Joanna.

Worsley foi obrigado a pedir auxílio na sexta-feira, durante o 71.º dia da sua expedição. Hospitalizado em Punta Arenas, cidade localizada no extremo sul do Chile, acabou por morrer dois dias depois.

O explorador, pai de duas crianças, percorreu sozinho cerca de 1600 quilómetros através da Antárctida e sofria de fadiga extrema e desidratação quando foi resgatado pelas equipas médicas de auxílio. Já em Punta Arenas, os médicos diagnosticaram-lhe ainda uma peritonite.

O projecto de Worsley era o de concluir a travessia inacabada da Antárctida do explorador Ernest Shackleton, em 1915. Caso tivesse conseguido concluí-la, seria a primeira vez que um homem atravessaria o continente gelado sozinho e sem assistência.

“Era um homem que mostrou ter grande coragem e determinação”, reagiu o príncipe William, patrono da expedição, após tomar conhecimento da morte de Worsley. “Perdemos um amigo, mas ele continuará a ser uma fonte de inspiração para todos nós”, pode ler-se num comunicado do herdeiro do trono britânico.

Também David Beckham, antigo futebolista, prestou homenagem ao explorador. “Nenhuma palavra conseguirá descrever a dor provocada pela morte de Henry”, declarou no seu Instagram.

A aventura de Worsley permitiu angariar mais de 130 mil euros para ajudar militares feridos em combate.

Em 2013, um outro explorador britânico, Ranulph Fiennes, foi obrigado a desistir da sua tentativa de atravessar a Antárctida de ski durante o Inverno devido a queimaduras motivadas pelo frio. (Público)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA