Está à espera da reforma antecipada? Ministro anuncia boas notícias

(DR)

Vêm aí novas regras menos “penalizadoras” para as reformas antecipadas.

Numa entrevista concedida na noite passada à SIC Notícias, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social adiantou que o Executivo vai alterar as regras de acesso às reformas antecipadas.

O que se prevê é que seja dada aos contribuintes a hipótese de pensar melhor depois de saber qual o valor que receberão de aposentação antecipada.

Neste momento, recorde-se, quem pede para se reformar antes do período normal não tem como voltar atrás, quer lhe agrade ou não o valor a receber.

“Ao contrário do que se passa atualmente, o Estado vai informar a pessoa de que a sua pensão é de determinado valor, perguntando ao visado se quer mantém a pretensão”, afirmou Vieira da Silva na antena da estação de Carnaxide.

Desta forma, dá-se “às pessoas a oportunidade de pensar duas vezes antes de embarcar numa solução que pode parecer interessante no curto prazo, mas que tem atrás de si cortes que podem chegar aos 50% do valor da pensão que poderia receber se permanecesse mais algum tempo no mercado de trabalho”, explicou o governante.

À SIC Notícias, o ministro revelou ainda que está prevista uma suavização dos cortes aplicados a estas pensões, já que o modelo atual “é extremamente penalizador para as pessoas”.

“Vamos reformar o sistema para as pessoas com muito longas carreiras contributivas. Quem tem carreiras contributivas de 50 anos não deve ser obrigado a trabalhar até aos 66 anos, como é hoje”, vaticinou. (Noticias ao Minuto)

por Goreti Pera

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA