Equador pede a Suécia que solicite novo interrogatório com Assange

Fundador do WikiLeaks, Julian Assange, concede entrevista na embaixada do Equador em Londres. 18/08/2014 (REUTERS/John Stillwell)

O Equador pediu à Suécia que submeta um novo requerimento de interrogatório ao fundador do Wikileaks, Julian Assange em Londres, disseram procuradores suecos nesta quinta-feira.

A procuradoria sueca disse que o Equador teria informado a Suécia por meio de uma carta que iria conduzir a entrevista de Assange e solicitou uma lista de perguntas.

“No momento, estamos a considerar se isso afecta as possibilidades de conduzir a investigação, se for o caso, devemos apresentar um novo pedido”, disse a directora do Ministério Público Marianne Ny, em um comunicado.

Assange, de 44 anos, refugiou-se na embaixada do Equador em Londres em Junho de 2012 para evitar a extradição para a Suécia, onde é acusado desde 2010 de estupro, o que ele nega.

Assange diz que teme que a Suécia o extradite para os Estados Unidos. (REUTERS)

por Daniel Dickson

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA