Emirates renova frota

(Foto: D.R.)

A Emirates anunciou um ambicioso programa de renovação da sua frota para 2016.
A estratégia da companhia tem como objectivo melhorar o desempenho ambiental
e prestar um maior conforto aos seus passageiros.

A Emirates anunciou os seus planos de renovação da frota para 2016. No total, a companhia vai aposentar 26 aeronaves, incluindo doze A330-300, quatro A340-300, um A340-500, seis Boeing 777-200ER, dois Boeing 777-300 e um Boeing 777-300ER.

A idade média das aeronaves da Emirates passará a ser de 15,7 anos, bem abaixo da idade média da aviação civil, que se cifra em 25 anos. Além disso, mais 13 aeronaves serão aposentadas em 2017 e outras 13, em 2018.

Para equilibrar o seu programa de reforma, a Emirates vai receber a entrega de 36 novos aviões durante o ano de 2016, incluindo 20 A380 e 16 Boeing 777-300ER. Estes dois tipos de aeronaves são reconhecidos como sendo dos aviões comerciais mais eficientes e silenciosos, emitindo em média 12 por cento menos dióxido de carbono do que as unidades que vão ser aposentadas.

No final de 2016, a reforma de aeronaves, a par com as novas entregas, vai rejuvenescer em 5,6 anos a idade média da frota da companhia.

Uma análise recente mostra que a idade média da frota das cinco principais companhias aéreas na América do Norte é de 13,6 anos, enquanto a idade média das cinco principais companhias aéreas na Europa é de 10,7 anos.

Sir Tim Clark, presidente da Emirates Airline, afirmou que “como a maior companhia aérea internacional do mundo, a Emirates tem uma “pegada global” e tem de tomar responsabilidade por ela, pelos seus clientes, pelas comunidades em que estamos inseridos e a bem do planeta em que vivemos.

A empresa está totalmente empenhada em voar com uma frota moderna, mais amiga do ambiente e que oferece aos clientes um nível superior de conforto e segurança.

Em 2016, com a reforma de aeronaves mais antigas e a introdução de novas unidades, mais eficientes em termos de combustível, a Emirates vai continuar a liderar a indústria na redução da idade da frota, e, ao mesmo tempo, atingir novos e melhores níveis de serviço, que nossos clientes ambicionam”.

Actualmente, o número total de aeronaves da frota da Emirates é de 244. Em 2015, a companhia aérea recebeu 26 novas aeronaves, incluindo 15 A380, 10 Boeing 777-300ER e um Boeing 777 Freighter. A companhia aérea tem mais 262 aeronaves encomendadas, no valor de mais de 120 mil milhões de dólares, a preços correntes. Da sua carteira de encomendas fazem parte 71 Airbus A380, 42 Boeing 777-300ER, 115 Boeing 777-9X e 35 Boeing 777-8X.

Quando for entregue, no início de 2020, o novo Boeing 777X incluirá novidades ao nível da eficiência de combustível, tornando-se quase 20 por cento mais eficiente do que os modelos anteriores.

O novo modelo também incluirá inovações destinadas ao conforto dos passageiros, incluindo janelas maiores, aumento da pressão na cabine, mais humidade, tectos mais elevados e uma cabine mais larga do que os modelos anteriores.

Além de reduzir a idade da sua frota, a Emirates também implementou uma variedade de outras práticas ambientais, para reduzir as emissões de CO2.

Estas incluem FlexTracks, um programa que planeia padrões de rota de voo mais eficientes, com base nas condições meteorológicas; a utilização de um táxi monomotor em terra e de impulso invertido após a aterragem; e a utilização de equipamento de transporte e assistência em terra eficiente em termos de combustível. (zwela)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA