Dono da maior safira azul do mundo estuda destino de pedra estimada em US$100 milhões

Dono da maior safira azul do mundo posa para foto durante entrevista com a Reuters em Colombo. 06/01/2016 (REUTERS/Dinuka Liyanawatte)

O dono da maior safira azul do mundo, cujo valor ele afirma ser superior a 100 milhões de dólares, disse nesta quinta-feira que está estudar o futuro da pedra encontrada no Sri Lanka, se irá a leilão ou se será exibida como atracção internacional.

A safira polida em formato oval é tão grande quanto a palma da mão de uma pessoa e tem 1.404,49 quilates (281 gramas), segundo o Instituto Gemológico de Colombo, órgão local que certificou a pedra.

“Adoraria mantê-la e compartilhá-la com o público”, disse o dono da safira, que pediu anonimato por razões de segurança, “mas preciso equilibrar esse desejo com o que diz respeito à minha segurança”.

“Minha estimativa (do valor) é de cerca de 100 milhões de dólares,” disse ele à Reuters durante uma entrevista no Sri Lanka, mas recusou dizer quanto exactamente pagou pela safira quando a comprou, em Setembro.

Em 2014, uma safira de 392,5 quilates do Sri Lanka conhecida como a “Blue Belle da Ásia” foi vendida por 16,96 milhões de francos suíços (16,94 milhões de dólares), em um leilão na Suíça.

A Autoridade Nacional do Sri Lanka de Gemas e Jóias conferiu à “Blue Belle da Ásia” o título de maior safira azul do mundo. Ela foi extraída no distrito central de Ratnapura, no Sri Lanka.

De acordo com uma lenda local, as famosas safiras azuis do Sri Lanka foram formadas pelas lágrimas de Adão depois que Deus o expulsou do paraíso.

As três maiores safiras azuis do mundo foram encontradas no Sri Lanka. Segundo a Autoridade Nacional do Sri Lanka de Gemas e Jóias, até então, a maior safira azul estrela pesava 1.395 quilates. (REUTERS)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA