Cunene: Irsem cadastra mais de mil ex-militares

Ex-militares a receberem apoio (Foto:Angop/ Arquivo)

A chefe do Instituto de Reintegração Sócio-profissional dos Ex-militares (Irsem) no Cunene, Muteka Mbutu, disse hoje, terça-feira, em Ondjiva, que durante o ano de 2015 o sector cadastrou 1.973 ex-militares para beneficiarem dos programas de reintegração sócio-económico sob égide do governo angolano.

Ao falar à Angop sobre o balanço de actividade durante o ano transacto, Muteka Mbutu referiu que o cadastramento de ex-militares decorreu a nível dos seis municípios e contou com a colaboração das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Informou que através deste exercício, muitos dos ex-militares que estavam no anonimato passaram a ter conhecimento dos projectos de apoio levado acabo pelo governo para a melhoria das suas condições de vida.

Muteka Mbutu considerou de positiva a adesão dos desmobilizados ao cadastramento, pois permitiu o incremento do número de abrangidos, perfazendo um total de 8.235 ex-militares controlados pelo Irsem a nível dos seis municípios da província.

Sobre o programa de reintegração, a responsável disse que, em 2015, o órgão assistiu 1.276 desmobilizados residentes nos municípios do Cuanhama e de Ombadja.

Sublinhou que a reintegração sócio-económico dos ex-militares foi feita em diversas áreas de actividade, com destaque para agro-pecuário, recauchutagem, comércio, serralharia, electricidade e alfaiataria.

Os beneficiários foram dotados de conhecimentos básicos destes ofícios para melhor conhecimento da actividade, o que tem proporcionado a criação dos seus próprios negócios, concluiu a responsável. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA