Cuanza Norte: Polícia Nacional regista 16 crimes durante a quadra festiva

2º subchefe Edgar Salvador, porta-voz do Comando Provincial da Policia Nacional do Cuanza Norte (Foto: Diniz Simão)

Dezasseis crimes foram notificados pelo comando provincial da Polícia Nacional no Cuanza Norte, durante o período da quadra festiva (24 de Dezembro de 2015 a 3 de Janeiro deste ano), menos 10 comparativamente ao mesmo período de 2014.

De acordo com o porta-voz do comando provincial da corporação, 2º subchefe Edgar Salvador, em declarações aos órgãos locais de comunicação social, durante o período em referência foram registados nove ofensas corporais, quatro furtos, homicídio voluntário simples, posse e venda de estupefacientes e roubo.

Edgar Salvador adianta que, em função dessas ocorrências, foram detidos 14 cidadãos acusados de envolvimento nos delitos, menos quatro detenções em relação a igual período do ano anterior.

Os referidos delitos, avançou o responsável, ocorreram nos municípios de Cazengo com nove, Ambaca, Cambambe e Golungo Alto, com dois casos cada, enquanto Bolongongo teve um crime.

Quanto a sinistralidade rodoviária, Edgar Salvador refere que no período em referência foram registados oito acidentes de viação, menos quatro em relação ao idêntico período anterior, que causaram dois mortos (+02), 10 feridos (+03) e danos materiais estimados em um milhão e 700 mil kwanzas, ocorridos nos municípios de Cazengo, Bolongongo, Golungo Alto e Ambaca.

Na ocasião, Edgar Salvador elogiou ainda, o comportamento cívico da população durante a quadra festiva, referindo que tal comportamento facilitou a actuação da polícia na manutenção da segurança pública durante as festividades de natal e de fim de ano.

Quatro mil e 800 efectivos das forças conjuntas do Ministério do Interior (Policia Nacional, Serviço de Protecção Civil e Bombeiro, Migração e Estrangeiro, Prisional, Investigação Criminal) das Forças Armadas Angolanas (FAA) e do Instituto Nacional de Emergências Médicas de Angola (INEMA) foram mobilizados para o asseguramento da quadra festiva, o que permitiu um policiamento em todos os municípios e aldeias da província do Cuanza Norte, segundo a fonte. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA