Cuando Cubango espera melhorias com novo governador

Cuando Cubango: Rua principal da cidade de Menongue (Foto: Armandio Morais)

A continuidade de projectos sociais e económicos virados para a distribuição de energia, abastecimento de água potável, fomento da actividade agrícola, aposta na formação académica e profissional, estão entre as maiores esperanças dos munícipes de Menongue, com o empossamento do novo governador do Cuando Cubango, Pedro Mutinde.

Em declarações à Angop, nesta quarta-feira, os munícipes manifestaram-se expectantes com a nomeação de Pedro Mutinde para governador provincial do Cuando Cubango, fruto da experiência governativa que possui.

O psicólogo Bernardo Cativa disse que a expectativa é grande, embora reconheça ser difícil governar em período de restrinção financeira que o país enfrenta.

Perante estes pressupostos, continuou, o novo governador vai primeiro conhecer a “casa”.

Bernardo Cativa destacou o facto de Pedro Mutinde ter sido governador do Cunene, ministro de Hotelaria e Turismo, entre outras experiências, e agora no Cuando Cubango onde encontrará um povo alegre, hospitaleiro, solidário, sendo o essencial na sua pronta acção estar mais próximo dos governados.

Bernardo Cativa defendeu a necessidade do novo governador levar avante os projectos e programas deixados pelo antecessor, Higino Carneiro, com destaque para as obras da Universidade Cuito Cuanavale, bem como atrair mais fundos para o fomento da actividade agrícola.

Já o jovem Lourenço Bule espera acção governativa de Pedro Mutinde melhorias e continuação dos projectos, entre os quais, os de Conservação Transfronteiriço Okavango- Zambeze, Siderúrgico do Cuchi e o Agroindustrial do Cuchi, que criará mais de 30 fazendas.

Dos outros projectos, o jovem referiu-se da continuidade da recuperação das estradas que interligam as sedes municipais do Cuando Cubango, para suprimir as assimetrias existentes, a assistência médica e medicamentosa, atenção para os órgãos de comunicação social, construção da centralidade local, bem como a criação de políticas para o primeiro emprego.

A jovem universitária no curso de direito, Isilda Fernandes, espera, acima de tudo, mais trabalho do novo governador do Cuando Cubango, retomando os programas de Higino Carneiro.

O Cuando Cubango é a segunda maior província do país em termos de extensão territorial depois do Moxico, ocupando uma superfície de mais de 199 mil metros quadrados, está dividida administrativamente por nove municípios, designadamente Menongue, capital, Cuchi, Cuito Cuanavale, Calai, Cuangar, Dirico, Mavinga, Nankova e Rivungo e tem uma população estimada em mais de 510 mil habitantes. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA