Cuando Cubango: Educação no Cuangar precisa de 200 professores

(D.R)

Duzentos novos professores são necessários no município do Cuangar, província do Cuando Cubango, para cobrir o ensino primário, I e II ciclo do ensino secundário no presente ano lectivo 2016.

A informação foi avançada hoje, sexta-feira, pelo chefe de secção da repartição municipal do Cuangar, Lourenço Tchivindika, tendo explicado que os 221 professores controlados actualmente são insuficientes para a demanda.

Segundo o responsável, o processo de confirmação e matrícula decorre naquela circunscrição, sendo que a ambição da repartição da educação é superar os 9 mil e 748 alunos do ano findo.

O chefe de secção fez saber que aquela municipalidade fronteiriça com a Namíbia na faixa sul do Cuando Cubango possui sete escolas de construção definitiva, que somam 28 salas de aula, cinco escolas em construção, sendo duas com 12 salas de aula e três com seis salas.

Lourenço Tchivindika disse que o sector da educação precisa ainda de mais salas de aulas para acomodar as crianças que estudam de baixo de árvores, tendo, por outro lado, reconhecido o apoio da administração local que tem permitido fazer chegar o ensino nas áreas distantes da sede. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA