Coreia do Sul processa executivo da Volkswagen por caso de manipulação de emissões

Escândalo da Volkswagen chega à Coreia do Sul Foto: Euronews D.R

O Ministério do Ambiente sul-coreano indicou que vai pedir ao Ministério Público que investigue o responsável pelas vendas internacionais da Audi, Terence Bryce Johnsson.

A Coreia do Sul anunciou esta quarta-feira que apresentou uma queixa criminal contra um executivo de topo da Volkswagen, o segundo processo no espaço de uma semana, devido ao escândalo de manipulação de emissões de poluentes.

O Ministério do Ambiente indicou que vai pedir ao Ministério Público que investigue Terence Bryce Johnsson – responsável pelas vendas internacionais da Audi, do grupo Volkswagen — por ter vendido carros que violam as regulamentações ambientais da Coreia do Sul.

“Apresentámos a queixa para pedir uma resposta mais ativa da sede da Volkswagen na Alemanha, já que este assunto deve eventualmente ser tratado por eles”, disse Hong Dong-Gon, responsável pelos padrões ambientais dos automóveis.

Na semana passada, o Ministério do Ambiente apresentou outra queixa contra Johannes Thammer, diretor da unidade da empresa na Coreia, alegando que o plano que esta unidade apresentou para recolher os automóveis manipulados tinha várias falhas legais.

O segundo fabricante mundial de automóveis está a ser alvo de ações legais de vários países depois de ter admitido em setembro do ano passado que manipulou os testes de emissão de poluentes em alguns veículos a diesel. (Agência Lusa)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA