Casa-CE pede que PGR investigue a saúde dos activistas detidos em Calomboloca

Leonel Gomes (CASA-CE)

O secretário-executivo da Casa-CE pediu nesta segunda-feira à Procuradoria Geral da República (PGR) que investigue as razões dos problemas de visão que apresentam todos os activistas que se encontravam na cadeia de Calomboloca.

Leonel Gomes visitou os 15 activistas, agora em prisão domiciliar, e diz ter ficado chocado com as condições que encontrou na maioria das residências dos acusados de actos preparatórios de rebelião e golpe de Estado.

”Há pelo menos dois, e para salvaguarda de sua integridade não vou citar nomes, que precisam de cuidados especiais psíquicos porque agora em casa pioraram, e alguns têm gastrite provocada pela situação das cadeias”, denuncia Gomes.

O deputado pede ainda que a PGR investigue o por quê de todos os que “se encontravam na cadeia Calomboloca enfrentarem problemas de visão graves, sem que sejam atendidos para tal”.

Gomes questiona também por que razão as autoridades não entregaram o dinheiro e os cartões multicaixa dos activistas “que sustentam as suas famílias”.

No fim da visita aos activistas, os dirigentes da Casa-CE continuam a questionar o motivo da prisão deles e lembra que “o MPLA não vai resolver o problema destes jovens e da população porque não conhece os seus problemas”. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA