Benguela: Ponte sobre rio Indongo desaba e deixa moradores isolados

Desabamento de ponte interrompe circulação rodoviária (Foto: Cedida a Angop/Arq)

A queda de uma ponte sobre o rio Indongo, no município da Ganda, província de Benguela, em consequência da chuva forte que atingiram a região na última quinta-feira deixou mais de oitocentos moradores de três bairros isolados, apurou hoje (domingo) Angop.

A estrutura danificada tinha 15 metros de comprimento e sete de largura e ligava os bairros da Cerâmica, Mayer e do Indongo III à sede municipal da Ganda, que dista 201 quilómetros a Este da cidade de Benguela.

Entretanto, o desabamento desta ponte acabou por afectar uma conduta de transporte de água a partir do centro do sistema de captação e tratamento da Serra do Indongo, deixando mais de 40 mil habitantes privados desse produto vital na sede daquele município.

Abordado pela Angop, Pedro Ngumbe, um dos moradores afectado disse que a situação dos habitantes fica complicada, pois estão sem alternativa para atravessar o rio Indongo.

Apesar dos transtornos causados pelo desabamento da ponte, o soba do bairro do Indongo III, Nguelengue Kalapassy, aponta que o acesso alternativo à cidade da Ganda pode ser feito pela área do Atuqui ou ainda pelo antigo aeródromo.

O administrador municipal da Ganda, António Kapewa Kalianguila, assegurou estarem já mobilizados homens e meios técnicos para dar solução imediata ao problema, que passa pela colocação de paus de eucaliptos como alternativa para a circulação sobre o mesmo rio.

Por sua vez, o técnico da Empresa de Águas e Saneamento de Benguela (EASB) em serviço na Ganda, Augusto de Oliveira, garante que uma equipa trabalha desde sexta-feira na reparação da conduta danificada, visando repor o mais rápido possível o fornecimento de água ao município. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA